A TERRA PROMETIDA: MAÇONARIA, KABBALAH, MARTINISMO & QUINTO IMPÉRIO

A TERRA PROMETIDA: MAÇONARIA, KABBALAH, MARTINISMO & QUINTO IMPÉRIO
Ficha técnica
Editorial:
ZEFIRO EDIÇOES
Año de edición:
Materia
Ciencias ocultas
EAN:
9789896771157
ISBN:
978-989-677-115-7
Idioma:
PORTUGUES
Disponibilidad:
Inmediata: Entrega en 24/48 horas

17,57 €

Obras Completas de António Telmo - Volume I TEXTOS INÉDITOS & DISPERSOS Três dezenas de textos de António Telmo que espelham a sua visão filosófica da história, assim como da Maçonaria, da Kabbalah e do Martinismo, todos eles caminhos para alcançar A Terra Prometida - outro dos nomes do Quinto Império -, para além da presença marcante de  Sampaio Bruno e Agostinho da Silva neste volume. «Está anunciada uma terceira idade de que nos aproximamos velozmente, em que, como disse o  Bandarra, a paz será em todo o mundo. Como conciliar isto com aquilo?  É que a terra em que vivemos é apenas um laboratório; no athanor da humanidade separa-se o subtil do denso. Esta não é a terra definitiva.  Para onde vai a energia que, pela entropia, constantemente se perde? Transforma-se em energia espiritual. Tudo quanto de bom e de verdadeiro se pensou e imaginou, se pensa e imagina, é o subtil que se  separa do denso e vai formar a Terra Prometida.» António Telmo «Os seguidores do pensamento de António Telmo vão reconhecer aqui os laços  de ideias que ligam este aos outros livros do autor. No universo télmico tudo fala com tudo, num diálogo permanente do autor consigo próprio, com o seu anjo, com os seus livros ("os meus livros sabem mais do que eu"), com os seus mestres jamais esquecidos. Por estas páginas passam agora, e como sempre, José Marinho, Álvaro Ribeiro, Fernando Pessoa ("o último profeta"), Natália Correia ("o mais perfeito tipo de cristã-nova", "a única espécie de Ester que é possível no nosso tempo" e que, "se estivéssemos no século XVI, seria queimada como feiticeira"), Pascoal Martins ("o martinismo e a filosofia portuguesa são a mesma verdade, pela origem e pelo desenvolvimento"), Sampaio Bruno ("pensador nocturno" da filosofia da saudade, "Bruno significa O Obscuro"), Junqueiro.» António Carlos Carvalho in Prefácio

Otros libros del autor

O horóscopo de Portugal
Historia oculta de Portugal
A AVENTURA MAÇÓNICA - VIAGENS À VOLTA DE UM TAPETE
A VERDADE DO AMOR
CONGEMINAÇÕES DE UM NEOPITAGÓRICO